Santuário Frei Galvão

Rádio Frei Galvão

Projeto de lei torna Guaratinguetá Estância Turística

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, encaminhou projetos de lei à Assembleia Legislativa (Alesp) criando as estâncias turísticas de Guaratinguetá, Brotas e Olímpia, atendendo antigos pleitos daquelas cidades e regiões, que passarão a ter direito a recursos para investimentos em turismo, o que aquecerá suas economias, gerando renda e mais empregos. Os deputados da Alesp já demonstraram total apoio à iniciativa, cujos projetos deverão ser aprovados em breve. Nos últimos quatro anos, as 67 estâncias turísticas receberam investimentos da ordem de R$ 1,3 bilhão.

O secretário de Turismo, Cláudio Valverde, lembra que o fluxo turístico em Guaratinguetá, Brotas e Olímpia cresce a passos largos nos últimos anos por conta das atrações de cada uma destas cidades. Em Guaratinguetá o movimento cresceu a partir da canonização do Frei Antônio de Sant'Ana Galvão, nosso Frei Galvão, o primeiro santo brasileiro. O segmento do Turismo Religioso é um dos que mais crescem no Brasil e no Mundo. Dados de recente pesquisa divulgada pelo Ministério do Turismo revelam que de 2012 para 2013 houve um crescimento de 8% nas viagens domésticas motivadas pela fé. Já entre os operadores turísticos, sobretudo as agências de viagens, o senso comum é que a evolução do turismo religioso acontece de modo permanente e consistente.

Atendendo a esse potencial, a Secretaria de Turismo do Estado inaugurou, em Junho de 2012, dentro do Programa Caminha São Paulo, que estimula a caminhada contemplativa e a peregrinação, a Rota Franciscana - Frei Galvão, com extensão total de mais de 750 km e abrangendo nada menos que 31 municípios. A rota, que reproduz a trajetória de vida de Frei Galvão, é dividida em cinco sub-rotas, todas tendo como ponto de convergência o município de Guaratinguetá.

A Rota Franciscana - Frei Galvão é ferramenta estratégica de atração de turistas-peregrinos. Busca-se com ela, a exemplo do acontece com o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, determinar fluxo turístico permanente e quantitativo ao longo de todo o ano. Para se ter uma ideia, o Caminho de Santiago atrai, anualmente, meio milhão de peregrinos e outros dois milhões de "turisgrinos", estes últimos turistas que vão a Compostela assistir ao "espetáculo" dos peregrinos. É certo que, com um apoio governamental cada vez maior, o reconhecimento do potencial turístico de Guaratinguetá e a classificação como Estância, aumenta as possibilidades de no futuro chegar a números tão economicamente expressivos quanto aos registrados na Espanha.

A assinatura do Projeto de lei foi assinada pelo Governador Geraldo Alckmin no dia 3 de dezembro na Praça Condessa de Frontin (Praça da Estação), no centro de Guaratinguetá. Na ocasião, o Governador ganhou uma imagem de São Frei Galvão que foi abençoada pelo Reitor do Santuário Frei Galvão, Pe. Roberto Lourenço da Silva.

Guaratinguetá, que já é reconhecida como Estância Religiosa, vem pleiteando o reconhecimento do governo paulista como Estância Turística, fator fundamental para que o município tenha condição de receber recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento de Estâncias (DADE), vinculado à Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo.

Vejas aqui as fotos!