Santuário Frei Galvão

Rádio Frei Galvão

Dom Damasceno se despede da Arquidiocese

Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis se despediu na última sexta-feira (13) de Aparecida (SP). Após 13 anos à frente de uma das arquidioceses mais importantes do país, Dom Damasceno teve o pedido de renúncia, por idade, aceito pelo Papa Francisco no ano passado

celebração solene na Basílica de Aparecida reuniu diversos bispos, padres, fiéis da Arquidiocese de Aparecida e romeiros. Do Altar Central do Santuário Nacional, local onde presidiu inúmeras missas e fez pronunciamentos importantes, Dom Damasceno destacou os frutos alcançados nessa Igreja local.

“Os frutos colhidos hoje são resultado do trabalho dedicado na ação evangelizadora do clero, os religiosos, leigos e agentes de pastoral em nossas paróquias e santuários”, afirmou Dom Damasceno.

O Cardeal discorreu alguns dos momentos mais importantes de seu ministério junto à Igreja Particular de Aparecida como a visita de dois papas.

Dom Damasceno destacou a visita Apostólica de Bento XVI e a realização da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe em 2007, grande acontecimento eclesial para Aparecida e para a Igreja universal. O Cardeal citou ainda a visita do Papa Francisco a Aparecida, a transferência das assembleias anuais da CNBB para o Santuário Nacional entre outros momentos importantes para a Igreja de Aparecida.

O menino que aos 10 anos que saiu de Capela Nova, Minas Gerais, decidido a ser padre, expressou hoje no Altar de Aparecida agradecimentos e seu sentimento de dever cumprido.

“Muitas memórias passam no meu coração, são muitos fatos e acontecimentos nesses 13 anos à frente da arquidiocese. Aparecida é o lugar da manifestação do amor de Deus para povo brasileiro”.

O Cardeal também citou o avanço das obras de acolhimento, infraestrutura e evangelização do Santuário Nacional a favor dos romeiros e demais devotos de Nossa Senhora Aparecida.

Dom Damasceno ainda agradeceu a dedicação dos funcionários da Arquidiocese de Aparecida, parceiros, autoridades, religiosos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), os Missionários Redentoristas e, especial Dom Darci Nicioli, Arcebispo de Diamantina, que foi ecônomo e reitor do Santuário Nacional, além de bispo auxiliar de Aparecida por três anos.

Dom Damasceno voltará para Brasília. Foi na capital do país que ele viveu a maior parte de sua história religiosa e onde esteve como primeiro seminarista. “Levo comigo a amizade, a experiência desses 13 anos. Levo a todos no meu coração e nas minhas orações. Rezem por mim e permaneçam firmes na fé pela intercessão de Santo Antônio de Santana Galvão e

Nossa Senhora Aparecida”.

Homenagens

Representando os leigos da Arquidiocese de Aparecida, Maria Aparecida Feliciano falou sobre as realizações da arquidiocese: “O senhor nos liderou e participou conosco de vários momentos importantes da nossa arquidiocese. Sua maior conquista foram as ovelhas que arrebanhou para juntos de Cristo. A gratidão será sentimento que levaremos para sempre conosco todas as vezes que tocarmos no seu nome”, afirmou.

Em nome do clero da arquidiocese, o vigário geral, padre Narci Jacinto Braga agradeceu o Cardeal pela grande dedicação à Igreja de Aparecida.“É o forte sentimento de gratidão que nos traz o desejo de dizer muito obrigada. Agradecer por tantos anos de sua vida doados pela arquidiocese, onde sementes foram espalhadas e muitos frutos foram colhidos. Caminhará com consciência tranquila de ter cumprido o dever de bom pastor”.

reitor do Santuário Nacional de Aparecida, padre João Batista de Almeida, destacou o empenho de Dom Damasceno junto ao Santuário Nacional. “Nossa gratidão pelo tempo que esteve à frente desse santuário, que com seu auxilio cresceu significativamente em obras de acolhimento, evangelização e acolhimento”, concluiu o reitor.

Dom Raymundo assumiu como quarto Arcebispo de Aparecida em 2004, depois de 44 anos servindo a sua arquidiocese de origem, Brasília. Sua renúncia foi aceita pelo Papa Francisco no dia 16 de novembro, aos 79 anos.

Dom Orlando Brandes, que foi nomeado Arcebispo de Aparecida, toma posse no dia 21 de janeiro, sábado, às 9h, no Santuário Nacional.

Fonte: www.a12.com