Santuário Frei Galvão

Santa Clara de Assis celebrada no Santuário Frei Galvão

“Assumir a missão evangelizadora seguindo a grandeza do Carisma Franciscano”, esse é o objetivo deste Santuário. E são as recordações das grandes festas litúrgicas da Família Franciscana, que farão deste espaço sagrado um grande centro de propagação do Evangelho, conforme a intuição carismática de Francisco, Clara e Frei Galvão.

Santa Clara de Assis, a “plantinha de São Francisco”, ganha espaço pela primeira vez neste Santuário. A vida e ensinamentos de Santa Clara passarão a ser sinais aos devotos e peregrinos deste Santuário de Frei Galvão. Frei Diego Melo, durante a missa solene das quinze horas, pode dizer: “Ao lado de Francisco de Assis estava uma grande mulher, Clara. Dela a força de uma mulher na vivência desta nova forma de vida”. São os dois, Clara e Francisco, que darão sentido e direção à vida e Pastoral deste Santuário.

O Tríduo em preparação à festa teve os temas: “Santa Clara e a Eucaristia”, “Santa Clara e o Espelho” e “Santa Clara e a pobreza”. No primeiro dia do Tríduo, estiveram presentes as irmãs clarissas, do mosteiro “Mater Christi”, de Guaratinguetá.

Existem muitas coisas atreladas à história e tradição dos santos. Daí dependendo do santo poderão existir costumes, devoções, cultura e até mesmo culinária. Sim, culinária.

Ligado ao nome de Santa Clara, temos os “pastéis de Santa Clara”, que nasceu num mosteiro de clarissas, em Portugal. Numa aventura junto aos voluntários, os frades buscaram essa receita e fizeram chegar às pessoas esse docinho durante a festa deste ano. As pessoas que celebravam o Tríduo, eram convidadas a experimentar esse docinho. Foi um sucesso de primeira, confirmam os frades.

Para o coroamento desta festividade, após a Missa solene, houve uma live dedicada a Santa Clara de Assis: “Noite Clara”, foi o nome. Uma iniciativa da Conferência da Família Franciscana do Brasil, região de São Paulo, com produção e transmissão da TV Web Frei Galvão, do Santuário.

Frei Florival Mariano e banda puderam cantar e tocar canções que exaltavam a vida de Santa Clara de Assis. O repertório com muitas canções, arranjadas pela própria banda. Dentro da programação da live, houve alguns depoimentos e testemunhos de irmãos e irmãs que, tributavam à vida de Santa Clara louvores e reconhecimento a partir de sua claríssima vida e santidade. Dentre alguns depoimentos, tivemos a fala de uma clarissa, Irmã Maristela, que naquela noite fazia seus votos perpétuos. Esse depoimento foi gravado antecipadamente e transmitido dentro da live.

Com abertura para o povo, algumas pessoas que frequentam o Santuário fizeram-se presente. Pela primeira vez muitos tiveram contato com a espiritualidade de Santa Clara de Assis. Como foi uma live, a transmissão teve grande adesão. Mais uma vez percebe-se a criatividade neste período de pandemia. Assim como Clara de Assis, que no final de sua vida, limitada pela doença, impossibilitada de sair de casa para celebrar a missa junto às irmãs e irmãos; os fiéis, simpatizantes e religiosos da Família Franciscana, mesmo que a distância, participaram de suas casas desta “noite clara”!

Rogamos a Deus pedindo-lhe bênçãos e graças pela valorosa intercessão Santa Clara de Assis, fiel serva de Cristo. Que sua vida, delicada e vigorosa, seja um sinal eloquente às nossas vidas. Que as noites de nossas vidas sejam iluminadas segundo à luz do Santo Evangelho.

Santa Clara de Assis, rogai a Deus por todos nós. Em especial por este Santuário de São Frei Galvão. Que “o Senhor que deu o bom começo, nos dê a graça do crescimento e da perseverança até o fim” (Santa Clara).

Texto: Comunicação Santuário Frei Galvão – Fotos: Tv Web Frei Galvão