X
Popup
 
As configurações de cookies neste site são definidas para que possamos dar-lhe a melhor experiência enquanto estiver aqui. Se desejar, você pode alterar as configurações de cookies a qualquer momento em seu navegador. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade.
Aceitar e fechar
 
 

Basílicas papais poderão ser visitadas em site do Vaticano

Devotos são conduzidos pela ferramenta do portal, levando a conhecer detalhes dos templos

Notícias da Igreja

29.02.2024 | 3 minutos

Basílicas papais poderão ser visitadas em site do Vaticano

O Dicastério para a Comunicação lançou na semana passada o mini-site “From Tourist to Pilgrim” (“De Turista a Peregrino”), fruto da experiência compartilhada por um grupo de jovens comunicadores do projeto “Faith Communication in the Digital World” (“Comunicação da Fé no Mundo Digital”). 

 

16 jovens profissionais de dez países, acompanhados por especialistas, puderam descobrir as quatro basílicas papais de Roma, não só como monumentos arquitetônicos, mas também como testemunhos vivos de nossa fé.

 

Disponível em seis idiomas, o site traduz esta experiência em uma proposta digital para que o público jovem possa descobrir as basílicas.

 

“Ficamos emocionados quando visitamos as basílicas. Cada um de nós viveu uma conexão profunda com pelo menos uma delas. Alguns de nós compreendemos algo verdadeiramente importante para nossas vidas.

 

Queremos que os visitantes vivam a mesma experiência por meio do mundo digital. Quanto mais formos capazes de compreender a origem da nossa fé, melhor seremos capazes de comunicar a sua Mensagem para chegar ao coração das pessoas”, dizem os jovens comunicadores.

 

As figuras de santos e dos artistas cujas vidas e obras construíram esses lugares simbólicos, acolhem quem acessa o site e os convida a “sentar à mesa” com eles. A mesa, enquanto espaço comum para partilhar não só comida, mas também olhares, histórias e experiências, que nos convida a parar por um momento e dedicar tempo a uma breve reflexão.

 

A principal linguagem escolhida para transmitir a experiência vivida na primeira pessoa é a voz: os espaços sagrados, com as suas obras de arte, são explicados por quem frequenta diariamente estes locais e acolhe os peregrinos: os conservadores de arte, os responsáveis pelas escavações e restaurações, professores e religiosos.

 

O site também se converte em um podcast que acompanha o peregrino, conduzindo-o pela mão pelos locais de peregrinação mais significativos de Roma, com “etapas” em que se destacam os elementos mais importantes das basílicas:

 

“O que pode parecer apenas uma praça para o turista, aos olhos do peregrino se transforma em uma etapa, em parte de um roteiro, em um símbolo divino. Estas pequenas visitas têm como objetivo mostrar as belezas escondidas de Roma, reveladas por meio das lentes da peregrinação”.

 

A pessoa que visita o mini-site também é convidado a partilhar a sua experiência por meio das suas próprias contas nas redes sociais, deixando um testemunho da sua peregrinação, quer real como digital, acompanhado pela hashtag #FromTouristToPilgrim. 

 

A esperança é que, na perspectiva do caminho que conduzirá ao Jubileu de 2025, esta experiência contribua e incentive o relançamento da narração da antiga tradição da peregrinação “Ad Limina Apostolorum”.

 

Fonte: Vatican News